ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Crise italiana reacende preocupações de dissolução da zona do euro e índices acionários europeus recuam

29/05/2018 14h29

Por Helen Reid

LONDRES/MILÃO (Reuters) - Os mercados acionários europeus recuaram pelo segundo dia nesta terça-feira em meio a temores de que uma nova eleição na Itália possa renovar o risco de ruptura da zona do euro.

O índice FTSEurofirst 300 caiu 1,32 por cento, a 1.505 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 perdeu 1,37 por cento, a 384 pontos.

O índice italiano recuou 2,7 por cento e atingiu a mínima de 10 meses. As ações bancárias perderam 4,9 por cento, em novas mínimas de 13 meses, pressionadas pelas vendas de títulos italianos.

Os bancos Banco BPM, Banco Generali, Unicredit e BPER Banca recuaram entre 5 e 6,7 por cento.

"É um mercado que está totalmente em pânico", disse Giuseppe Sersale, gerente de fundos o Anthilia Capital Partners, que destacou "um total falta de confiança nas perspectivas para as finanças públicas italianas" dado que os títulos italianos sofreram o pior dia em mais de 25 anos.

Os investidores temem uma campanha eleitoral polarizada que possa provocar um governo profundamente eurocético na Itália, ameaçando a coesão do bloco.

Depois de eleições inconclusivas em março, dois partidos anti-establishment abandonaram um plano de coalizão no fim de semana depois que o presidente vetou a escolha de um eurocético para se tornar ministro da Economia, colocando o país no caminho para novas eleições.

O estresse na Itália se espalhou para outros mercados periféricos da zona do euro, com ações de bancos espanhóis e portugueses na linha de fogo.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 1,26 por cento, a 7.632 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 1,53 por cento, a 12.666 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 1,29 por cento, a 5.438 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 2,65 por cento, a 21.350 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 2,49 por cento, a 9.521 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 2,61 por cento, a 5.369 pontos.

Mais Economia