Bolsas

Câmbio

Desmatamento do Cerrado volta a crescer em 2017 após queda em 2016

Por Jake Spring

BRASÍLIA (Reuters) - O desmatamento do Cerrado, que cobre 25 por cento do território brasileiro, voltou a crescer em 2017 após acentuada queda em 2016, informou o Ministério do Meio Ambiente nesta quinta-feira, superando a destruição da floresta amazônica.

A destruição da vegetação local do Cerrado subiu para 7.408 quilômetros quadrados no ano passado, após cair 43 por cento em 2016, quando chegou a 6.777 quilômetros quadrados.

A vegetação do Cerrado é um importante sumidouro de carbono e sua preservação é considerada vital para os esforços do governo para reduzir a emissão de gases do efeito estufa e o aquecimento global.

Dados revisados do Ministério do Meio Ambiente mostraram que o desmatamento do Cerrado subiu 10 por cento em 2015, chegando a 11.881 quilômetros quadrados. O relatório anterior da pasta sobre o bioma havia indicado que o Brasil desmatou uma média de 9.483 km quadrados por ano na região entre 2014 e 2015.

O desmatamento do Cerrado continua a superar o da Amazônia, que caiu pela primeira vez em três anos em 2017 chegando a 6.624 quilômetros quadrados.

(Reportagem de Jake Spring; Reportagem adicional de Bruno Federowski)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos