ipca
0,48 Set.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

BB Seguridade vende divisão SH2 para Mapfre por R$ 2,4 bi

Aluísio Alves

26/06/2018 10h51

SÃO PAULO (Reuters) - A BB Seguridade anunciou nesta terça-feira (26) a venda de sua fatia numa joint venture para a sócia Mapfre, negócio que inclui seguros automotivo e de grandes riscos, por R$ 2,4 bilhões, numa tentativa de melhorar os níveis de rentabilidade.

O acordo, que vinha sendo costurado desde fevereiro, permitirá à BB Seguridade, que reúne os negócios de seguros e previdência do Banco do Brasil, tenha um consumo de capital R$ 1,8 bilhão menor, valor que será distribuído aos acionistas como um dividendo extraordinário.

"Temos expectativa positiva de que possa acontecer ainda neste ano", disse o presidente da BB Seguridade, José Maurício Pereira Coelho, à agência Reuters, referindo-se ao pagamento extra, o que deve implicar um dividend yield adicional equivalente a 3,6% em 2018.

O movimento conclui um esforço da BB Seguridade para sair de áreas de negócios como seguro automotivo e grandes riscos, que têm tido receitas fracas e exigido grandes somas de capital, num momento em que as receitas financeiras cadentes, pressionando ainda mais o lucro do grupo.

Às 10h45, as ações da BB Seguridade subiam 0,2%, enquanto o Ibovespa recuava 0,3%.

No primeiro trimestre, o lucro da BB Seguridade caiu 8,6% em relação ao mesmo período do ano anterior, enquanto o retorno anualizado sobre o patrimônio líquido médio teve queda de 6,9 pontos percentuais ano a ano. A expectativa da empresa é de que esse indicador tenha uma virada em 2019. 

A operação depende de aval de reguladores incluindo Banco Central, do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e da Superintendência de Seguros Privados (Susep).

Segundo Coelho, o movimento também permitirá à BB Seguridade também elevar seus níveis de rentabilidade mais adiante, já que a saída de ramos como seguro automotivo e grandes riscos, vai também consumir menos capital no futuro.

"Isso deve elevar bastante o retorno sobre o patrimônio líquido", disse Coelho. "Vamos precisar de menos capital para ter mais lucro".

Há vários trimestres, os principais executivos da BB Seguridade vinham mostrando insatisfação com o desempenho de negócios do segmento SH2, que têm pressionado o lucro do grupo e simultaneamente exigido maiores alocações de capital.

O grupo Mapfre manterá a exclusividade na venda dos seguros de automóvel e de grandes riscos no canal bancário do BB. A Mapfre também leva a Brasilveículos, negócio cujo valor poderá sofrer ajustes até 2031, com base em métricas de desempenho.

(Edição de Flavia Bohone)

Veja dicas para economizar combustível no seu carro

Newsletters

Receba dicas para investir e fazer o seu dinheiro render.

Quero receber

Mais Economia