PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Solidariedade confirma apoio a Alckmin em convenção

28/07/2018 15h44

SÃO PAULO (Reuters) - O Solidariedade (SD) confirmou em convenção nacional neste sábado o apoio do partido ao pré-candidato do PSDB, Geraldo Alckmin, na eleição presidencial de outubro, e oficializou a posição que a legenda já havia anunciado em conjunto com os demais partidos do chamado blocão.

A sigla, presidida pelo deputado federal Paulo Pereira da Silva (SP), um dos líderes da central Força Sindical, se junta no apoio a Alckmin ao PTB, que mais cedo neste sábado também oficializou em convenção o apoio a Alckmin.

"Fazemos parte de um grupo de partidos que se manteve unido, fizemos uma articulação para que os companheiros tirassem os seus candidatos e juntos escolhemos um candidato que pudesse ser o presidente da República e assim, decidimos apoiar o ex-governador Geraldo Alckmin", disse Paulinho na convenção de seu partido, segundo o site do Solidariedade.

O blocão --formado, além do Solidariedade, por PP, DEM, PR e PRB--, anunciou apoio a Alckmin nesta semana. O amplo arco de alianças dará ao tucano, que governou São Paulo por quatro mandatos, o maior tempo de TV na propaganda eleitoral.

A adesão do Solidariedade a Alckmin estaria condicionado a uma forma de garantir o financiamento aos sindicatos, depois que a reforma trabalhista aprovada no governo do presidente Michel Temer acabou com o imposto sindical.

O tucano descartou enfaticamente a volta do imposto, mas disse que uma contribuição aos sindicatos poderá ser acertada na convenção coletiva dos trabalhadores.

(Por Eduardo Simões)