PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

Refinaria da Petrobras retomará parcialmente operação na sexta, diz ANP

23/08/2018 18h23

ENERGIA-PETROBRAS-REFINARIA:Refinaria da Petrobras retomará parcialmente operação na sexta, diz ANP

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Replan, maior refinaria da Petrobras, situada em Paulínia, no interior de São Paulo, retomará parcialmente as suas operações na sexta-feira, afirmou à Reuters o diretor da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) Aurélio Amaral.

A retomada ocorrerá após uma explosão que afetou parte da unidade na última segunda-feira, paralisando as operações na Replan.

Segundo o diretor da ANP, a refinaria poderá voltar às operações com metade de sua capacidade, confirmando informação dada à Reuters na véspera pelo sindicato dos petroleiros local.

"Tudo está programado para dar início ao procedimento de partida da refinaria, nas unidades não afetadas, amanhã (sexta-feira)", disse Amaral.

"A ideia é voltar com a parte da refinaria que não foi afetada. Ou seja, metade da carga autorizada, no máximo. Mas deve ser menos da metade", adicionou ele.

O Sindicato Unificado dos Petroleiros de São Paulo confirmou nesta quinta-feira que a unidade está sendo preparada para reiniciar as atividades na sexta-feira.

"Estamos definindo isso em assembleia e estamos apresentado à gerência da empresa as condições para darmos a partida", disse à Reuters o diretor da entidade Gustavo Marsaioli.

A Petrobras também informou à Reuters que a Replan já está sendo preparada para sua retomada parcial, mas não deu uma data.

"A Petrobras informa que as unidades da Refinaria de Paulínia (Replan) não impactadas durante o incêndio ocorrido no último dia 20 já estão em preparação para iniciarem o processo produtivo nos próximos dias."

Segundo a empresa, a unidade deve ser retomada com cerca de 50 por cento da capacidade de produção, que é de 415 mil barris de derivados, afirmou a assessoria de imprensa da estatal.

A companhia informou também que a Replan já retomou a entrega de produtos às distribuidoras, e que a Petrobras "conta com estoque e produção das demais refinarias para garantir a oferta de combustíveis aos seus clientes".

O incêndio no início da semana atingiu parte de uma das unidades de craqueamento catalítico e uma das unidades de destilação atmosférica, que fazem parte do processo de refino de petróleo.

(Por Rodrigo Viga Gaier)