PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

China alerta que investimento pode cair ainda mais é que e preciso fazer "bom uso" da política fiscal

27/08/2018 10h09

PEQUIM (Reuters) - O crescimento do investimento chinês, que já está em mínimas recordes, pode enfraquecer ainda mais no futuro e as autoridades deveriam adotar medidas fiscais e financeiras para impulsioná-lo, disse o principal órgão de planejamento estatal nesta segunda-feira.

Pequim está pedindo por mais gastos em infraestrutura uma vez que a economia enfrenta riscos domésticos e externos, como as tarifas dos Estados Unidos. Mas os benefícios levarão tempo para aparecer, com os analistas esperando que a economia piore antes de melhorar.

O investimento em ativos fixos nos primeiros sete meses do ano cresceu no ritmo mais lento já registrado desde o início de 1996, após uma longa campanha contra empréstimos de governos locais ilegais para financiar projetos fúteis.

Além disso, as aprovações iniciais de investimento - um indicador de atividade futura - caíram acentuadamente, disse a Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma em um comunicado.

O valor total de tais projetos para os quais a Comissão atribuiu um código - um passo inicial no processo de aprovação - aumentou apenas 3,1 por cento de janeiro a julho, comparado com 6,9 por cento registrados no primeiro semestre do ano.

Entre esses projetos recém-registrados, o valor de investimento de projetos de infraestrutura caiu 35,2 por cento de janeiro a julho em relação ao ano anterior, com a queda mais significativa em setores como dutos, ferrovias e transporte aéreo e rodoviário. O crescimento nos investimentos em manufatura registrada desacelerou para 12,4 por cento.

A desaceleração deve-se em parte à restrição da dívida por Pequim e aos esforços para reduzir os riscos financeiros, disse a Comissão.