PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Ministro Mussi dá 2º voto no TSE para barrar candidatura de Lula; placar está 2 a 1 contra petista

31/08/2018 22h44

BRASÍLIA (Reuters) - O ministro Jorge Mussi deu o segundo voto na noite desta sexta-feira no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para barrar a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao Palácio do Planalto.

Mussi acompanhou o voto do relator do processo, Roberto Barroso. Antes, o ministro Edson Fachin apresentou voto divergente e se manifestou a favor da candidatura de Lula.

"A inelegibilidade do candidato ora impugnado é patente, induvidosa, cristalina, não cabendo à Justiça Eleitoral discutir se foi certa ou errada a decisão", disse Mussi.

O magistrado avaliou que a recomendação do Comitê de Direitos Humanos da ONU de permitir a Lula direitos políticos de participar da disputa não vincula o Brasil a acatá-lo.

Mussi votou na linha de Barroso, favorável a vetar a presença de Lula no horário eleitoral do rádio e da TV.

Ainda faltam quatro ministros para se manifestar.

(Reportagem de Ricardo Brito)