ipca
0,48 Set.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Afetado pela agitação dos mercados, G24 pede às grandes economias que parem com guerra comercial

11/10/2018 08h30

NUSA DUA, Indonésia (Reuters) - Ministros das Finanças de países em desenvolvimento do grupo de 24 nações cujas economias têm sido afetadas pela agitação dos mercados pediram às principais economias nesta quinta-feira (11) que reformem o sistema comercial global, em vez de descartá-lo.

Os mercados emergentes têm sofrido com saídas de capital, pressionando suas moedas e elevando os custos de empréstimos conforme investidores evitam ativos de risco devido à intensificação das tensões comerciais entre EUA e China e ao aumento da taxa de juros nos Estados Unidos.

Leia também:

O comunicado do G24 divulgado durante as reuniões do FMI (Fundo Monetário Internacional) e do Banco Mundial afirma que todos os mercados emergentes foram "afetados negativamente" pela volatilidade excessiva do fluxo de capital.

"As incertezas comerciais e as condições financeiras e monetárias constituem crescentes vulnerabiliades à dívida. A melhora da sustentabilidade da dívida depende de um ambiente externo de comércio e financeiro melhor, financiamento contingencial oportuno e o fluxo adequado de financiamento concessional para países de baixa renda", disseram os ministros do G24 no comunicado.

"Pedimos às principais potências que reformem e reforcem em vez de descartarem o sistema comercial global baseado em regras."

O G24 também pediu ações do FMI e do Banco Mundial para ajudar a aumentar a capacidade para gerenciamento fiscal e da dívida em países de baixa renda, onde a dívida como proporção do PIB subiu de 33% para 47% nos últimos cinco anos.

Como é difícil encontrar um produto "Made In Brazil" no comércio local

UOL Notícias

Newsletters

Receba dicas para investir e fazer o seu dinheiro render.

Quero receber

Mais Economia