PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

Programa de governo de Haddad prevê 500 mil unidades do Minha Casa Minha Vida por ano

16/10/2018 12h28

SÃO PAULO (Reuters) - O programa de governo do candidato à Presidência do PT, Fernando Haddad, prevê a retomada de um patamar médio de 500 mil moradias por ano dentro do programa habitacional Minha Casa Minha Vida (MCMV), com ênfase nas faixas 1 e 1.5, disse nesta terça-feira o economista Ricardo Carneiro, membro do grupo formulador de políticas econômicas do petista.

“Nosso cálculo mostra que vai precisar de 10,2 bilhões de reais em subsídio e dá pra fazer”, afirmou Carneiro durante evento com representantes do setor no Sindicato da Indústria da Construção do Estado de S.Paulo (Sinduscon-SP).

Segundo ele, a equipe econômica de Haddad propõe implementar um orçamento plurianual para investimentos com recursos não contingenciados. “Nossa ideia é incorporar nesse orçamento o subsídio do MCMV, as obras do PAC e investimentos em defesa, segurança, saúde e educação”, disse Carneiro.

O economista ressaltou que o investimento público ou induzido pelo setor público via concessões equivale atualmente a apenas 1,5 por cento do Produto Interno Bruto (PIB), considerando todos os setores. “Queremos fazer uma ampliação progressiva desses investimentos... Achamos que num quadro de dois a três anos dá pra elevar para 3 por cento do PIB”, disse Carneiro.

Ele acrescentou que a meta da equipe econômica de Haddad é aumentar o percentual dos investimentos públicos em geral a 6 por cento do PIB ao fim do governo. “Sem considerar o segmento de óleo e gás, vemos potencial para chegar a 4,5 por cento mais ou menos”, afirmou.

O representante da equipe econômica do candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, não compareceu ao evento.

(Por Gabriela Mello)