ipca
0,45 Out.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Samsung corta investimentos e decreta fim do boom de chips de memória após lucro recorde no 3º tri

31/10/2018 10h45

Por Ju-min Park e Heekyong Yang

SEUL (Reuters) - A Samsung Electronics Ltd cortou o investimento em 2018 em mais um quarto e alertou nesta quarta-feira para lucros menores até o início do ano que vem, decretando o fim de um boom de dois anos em chips de memória que alimentou o lucro recorde do terceiro trimestre.

A previsão pessimista da maior fabricante de chips de memória e smartphones do mundo reforça preocupações de investidores com o declínio da demanda global por dispositivos móveis e outros dispositivos eletrônicos que derrubaram os mercados acionários mundiais neste mês.

A gigante sul-coreana de tecnologia informou que espera um declínio trimestral nos lucros no quarto trimestre devido à fraca demanda por chips de memória e gastos maiores com o marketing de smartphones durante a temporada de fim de ano.

"Olhando adiante para 2019, os lucros deverão ser fracos no primeiro trimestre devido à sazonalidade, mas depois se fortalecerão conforme as condições de negócios, particularmente no mercado de memória, melhorarem", disse a Samsung em um comunicado.

Analistas disseram que o corte nos investimentos deve aliviar as preocupações com o crescimento da oferta e queda nos preços, após os preços de alguns chips de memória terem caído para as mínimas em dois anos e com expectativa de que os rivais devem iniciar novas linhas de produção no ano que vem.

A Samsung, um dos maiores compradores do setor de ferramentas de fabricação de chips, disse que seus investimentos (capex) neste ano vão cair 27 por cento, para 31,8 trilhões de wons (28 bilhões de dólares), de um recorde de 43,4 trilhões de wons no ano passado.

"Os preços dos chips NAND (memória flash) cairão ainda mais no primeiro semestre do próximo ano ... (com) o início da nova linha de produção da Toshiba e a Hynix iniciando a produção em massa de uma de suas linhas NAND", disse Song Myung-sup, analista da HI Investment & Securities.

"O excesso de oferta deve continuar."

A Samsung, no entanto, procurou acalmar as preocupações dos investidores com uma queda acentuada no mercado de chips, citando a sólida demanda dos servidores, à medida que os serviços de dados baseados em nuvem crescem rapidamente.

A empresa reportou lucro operacional recorde de 17,6 trilhões de wons entre julho e setembro, em linha com as estimativas da companhia. A receita avançou 5,5 por cento, para 65,5 trilhões de wons, ligeiramente acima do projetado pela empresa.

Mais Economia