PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

S&P 500 cai pelo quinto dia com recuo de ações financeiras

April Joyner

14/11/2018 20h51Atualizada em 15/11/2018 09h32

 NOVA YORK (Reuters) - Os principais índices acionários dos Estados Unidos caíram nesta quarta-feira, quando o S&P 500 registrou a quinta queda consecutiva, com ações financeiras atingidas por temores de aperto regulatório sobre a indústria bancária, depois de o Partido Democrata assumir o controle da Câmara dos Deputados.

O Dow Jones Industrial Average caiu 0,81%, para 25.080,5 pontos, o S&P 500 perdeu 0,76%, para 2.701,58 pontos e o Nasdaq Composite recuou 0,9%, para 7.136,39 pontos.

Ações financeiras recuaram depois que a deputada democrata Maxine Waters, que deve presidir a comissão de serviços financeiros na Câmara, deixou claro que ela pretende apresentar regras mais rígidas para o setor.

Waters disse estar preocupada com os esforços do Federal Reserve (banco central dos EUA) de reduzir exigências de capital e liquidez dos bancos, e quer o banco central supervisionando de forma mais vigorosa as grandes instituições financeiras.

O setor financeiro caiu 1,4%, a maior queda percentual no S&P 500. O índice de bancos do S&P 500 caiu 1,7%.

Os índices reduziram um pouco as perdas depois que a primeira-ministra britânica, Theresa May, obteve o apoio de seus ministros sobre uma proposta de acordo para deixar a União Europeia, embora tenham voltado a cair na última meia hora de negociação.

(Reportagem adicional de Pete Schroeder, Sruthi Shankar e Shreyashi Sanyal)