PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Negociações comerciais entre China e EUA avançam para nível mais alto e prazo final se aproxima

Michael Martina

14/02/2019 08h16

PEQUIM (Reuters) - O secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin, disse esperar ansiosamente pelas negociações comerciais com a China hoje, quando as discussões em Pequim avançam para um nível mais alto em uma tentativa de encerrar a guerra tarifária antes do prazo de 1º de março para um acordo.

As negociações, que devem ser realizadas até amanhã, seguem-se a três dias de reuniões entre representantes para elaborar detalhes técnicos, incluindo um mecanismo para impor qualquer acordo comercial.

"Aguardamos com expectativa as discussões de hoje", disse Mnuchin a repórteres sem dar mais detalhes ao sair do hotel.

Ele e o representante de Comércio dos EUA, Robert Lighthizer, iniciaram as reuniões pouco depois, na casa de hóspedes do Estado de Diaoyutai, juntamente com o vice-primeiro-ministro chinês, Liu He, o principal assessor econômico do presidente Xi Jinping.

As tarifas dos EUA sobre US$ 200 bilhões em importações chinesas devem subir de 10% para 25% caso os dois lados não cheguem a um acordo dentro do prazo, aumentando a pressão e os custos em setores de produtos eletrônicos para a agricultura.

O presidente dos EUA, Donald Trump, disse ontem a repórteres que as negociações estão progredindo "muito bem".

Os conselheiros de Trump descreveram a data de 1º de março como um "prazo rígido", e o presidente disse que um adiamento é possível, embora ele prefira não colocá-lo em prática.

Uma matéria da Bloomberg citou fontes segundo as quais que Trump está considerando prorrogar o prazo por mais 60 dias para dar mais tempo aos negociadores.