PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Aperto monetário global se tornou menos previsível, diz BIS

05/03/2019 15h27

Por Marc Jones

LONDRES (Reuters) - Os mercados financeiros se tornaram hipersensíveis nos últimos meses uma vez que os esforços de bancos centrais para elevar gradualmente os juros se tornaram cada vez mais imprevisíveis, disse nesta terça-feira o Banco de Compensações Internacionais (BIS, na sigla em inglês).

O BIS afirmou em seu primeiro relatório do ano que o forte início de 2019 para os mercados acionários aconteceu depois que bancos centrais como o norte-americano Federal Reserve e o Banco Central Europeu (BCE) reagiram ao tórrido final de 2018.

Autoridades do Fed sinalizaram uma pausa em sua série de mais de três anos de altas de juros, enquanto o BCE está avaliando reintroduzir a oferta de financiamento ultrabarato que já foi sua principal ferramenta de combate à crise.

"O processo de aperto monetário bastante gradual e previsível está em pausa e se tornou menos previsível", disse Claudio Borio, chefe do Departamento Monetário e Econômico do BIS.

Com a inflação em economias avançadas mostrando poucos sinais de aceleração e a economia global perdendo força, "a estreita trajetória de normalização está se provando sinuosa", completou ele.

O BIS conecta a maioria dos grandes bancos centrais do mundo e seus relatórios são considerados um indicador do pensamento por trás das portas fechadas de suas reuniões trimestrais.

A maioria de seus relatórios recentes encorajou autoridades a se afastarem das taxas de juros em mínimas recordes, mas não houve tal mensagem dessa vez.

As grandes quedas do ano passado em ações da Europa, Ásia e dos EUA foram substituídas por um salto de quase 20 por cento no S&P 500 e nos maiores mercados da China.