PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Empresa chinesa investirá US$17 bilhões em túnel que liga Finlândia à Estônia

08/03/2019 11h13

Por Tarmo Virki

SÃO PAULO (Reuters) - Um túnel submarino ferroviário que liga Helsinque à capital da Estônia, Tallinn, recebeu um financiamento provisório de 15 bilhões de euros do grupo chinês Touchstone Capital Partners, o mais recente investimento em infraestrutura do plano estratégico de Pequim.

O FinEst Bay Area Development informou nesta sexta-feira que assinou um memorando de entendimento que prevê um terço do financiamento em private equity, o que dará à Touchstone participação minoritária no planejado túnel de 100 quilômetros e dois terços da dívida do empreendimento.

O plano estratégico de Pequim Belt and Road busca conectar a China por mar e terra com a Ásia Central e o sudeste do continente, e também com o Oriente Médio, Europa e África, por meio de uma rede de caminhos da antiga Rota da Seda e por uma rota na região do Ártico.

A Finlândia e a Estônia têm há anos considerado vincular suas capitais, que são divididas pelo Golfo da Finlândia e o túnel submarino reduziria o tempo de viagem para cerca de 20 minutos da viagem de balsa de duas horas usada por dezenas de milhares de estonianos que se deslocam semanalmente para a área de Helsinque.

"A visão de longo prazo para a Finlândia inclui que podemos atravessar o túnel para Tallinn", disse o primeiro-ministro da Finlândia, Juha Sipilä, durante uma visita à Estônia, que é um destino turístico popular para os finlandeses.

A Finest Bay Area, que havia estimado o custo total do túnel entre 15 bilhões e 20 bilhões de euros, disse que os detalhes financeiros serão discutidos com a Touchstone nos próximos seis meses.

(Por Tarmo Virki)