PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Confiança do consumidor alemão cai inesperadamente, diz GfK

26/03/2019 07h55

BERLIM (Reuters) - A confiança do consumidor alemão se deteriorou inesperadamente para abril, mostrou uma pesquisa nesta terça-feira, sugerindo que os gastos das famílias podem enfraquecer no segundo trimestre deste ano.

A expectativa é que a demanda doméstica seja o único fator que vai impulsionar o crescimento este ano na maior economia da Europa, com os exportadores lutando contra uma desaceleração global, disputas comerciais e a incerteza sobre o Brexit.

O nível recorde de empregos, os altos aumentos de salários, a inflação moderada e os baixos custos de empréstimos ajudaram os gastos das famílias a substituir as exportações como o pilar mais importante do crescimento econômico do país.

O grupo de pesquisa de mercado GfK informou que seu indicador de confiança do consumidor caiu para 10,4 pontos para abril, de 10,7 pontos registrados no mês anterior. O número ficou abaixo da previsão de 10,8 pontos.

A pesquisa realizada com cerca de 2 mil alemães mostrou que as expectativas de renda caíram ligeiramente e a propensão de compra caiu para seu menor nível em mais de dois anos.

"Apesar dessas perdas, a confiança do consumidor entre os alemães permanece claramente positiva", disse Rolf Buerkl, pesquisados do GfK.

O forte mercado de trabalho da Alemanha e o aumento do número de empregos devem garantir que os consumidores continuem gastando seu dinheiro, especialmente porque as taxas de juros baixas tornam a poupança pouco atraentes, acrescentou Buerkl.