IPCA
0.01 Jun.2019
Topo

Minério de ferro tem máxima em bolsa na China por forte demanda

2019-05-16T13:13:47

16/05/2019 13h13

Por Enrico Dela Cruz

MANILA (Reuters) - Os contratos futuros do minério de ferro da China saltaram para uma máxima nesta quinta-feira, subindo junto com o restante do complexo ferroso do país devido à demanda robusta pela matéria-prima para a produção de aço em meio à queda nos estoques.

A expectativa de que a demanda por aço no maior consumidor do mundo também permanecerá forte apoiou os preços do vergalhão e bobinas laminadas a quente.

O contrato de minério de ferro mais negociado na Bolsa de Dalian subiu até 5,5% durante a sessão, para 685 iuanes (99,63 dólares) a tonelada, o maior nível desde 2013, quando a bolsa lançou os contratos futuros da commodity.

Ao final, o contrato para setembro do minério fechou com alta de 4,8%, a 680,5 iuanes.

"É por causa de alguma demanda sazonal, que está bastante forte, com algum impacto do lado da oferta", disse um trader de Xangai.

As usinas siderúrgicas estavam recompondo seus estoques de minério de ferro, já que margens de lucro saudáveis encorajavam-nas a aumentar a produção, disse o comerciante.

"A margem de lucro ainda é boa porque nós (também) temos algumas restrições no lado da produção em função da proteção ambiental", disse o trader. "Essa situação vai durar talvez até o outono ou o terceiro trimestre deste ano."

O contrato de vergalhão mais ativo de outubro na Bolsa de Xangai subiu 1,8%, para 3.742 iuanes por tonelada, recuperando-se de uma mínima de cinco semanas no início desta semana devido a preocupações com a guerra comercial EUA-China.

Outras matérias-primas siderúrgicas também ampliaram ganhos, como o carvão metalúrgico, com alta de 1,4% para 1.369 iuanes por tonelada, e o coque, com avanço de 1,3% para 2.139 iuanes.

Mais Economia