PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Apple cai e pressiona índices; mercado aguarda Fed

08/07/2019 17h19

Por Caroline Valetkevitch

NOVA YORK (Reuters) - Os mercados de ações dos Estados Unidos recuaram nesta segunda-feira, com a Apple em baixa depois de um corte de recomendação por uma corretora e investidores ainda debatendo chances de corte agressivo de juros pelo Federal Reserve ao final deste mês.

A Apple recuou 2,2%, maior influência negativa no S&P 500 e no Nasdaq. A Rosenblatt Securities reduziu a recomendação às ações da fabricante do iPhone de "neutra" para "venda", afirmando esperar que a empresa enfrente "deterioração de fundamento" nos próximos seis a 12 meses.

O índice de tecnologia teve queda de 0,7%, enquanto as ações de saúde recuaram 0,8%, pressionadas por declaração recente do presidente norte-americano, Donald Trump, a respeito de uma próxima ordem executiva que reduziria os preços de remédios cuja compra exige prescrição médica.

Dados surpreendentemente fortes de emprego nos EUA, divulgados na sexta-feira, forçaram operadores a moderar expectativas de um corte agressivo de juros na reunião do Fed em 30 e 31 de julho, mesmo que uma redução ainda seja aguardada.

"As pessoas estão mais confusas sobre o número de cortes de taxa de juros que provavelmente teremos, por causa dos fortes números de empregos da sexta-feira, e hoje o mercado reagiu com quedas leves", disse Peter Tuz, presidente do Chase Investment Counsel.

"As expectativas a respeito do valor e do momento dos cortes de juros mudaram ligeiramente."

O índice Dow Jones caiu 0,43%, a 26.806 pontos, enquanto o S&P 500 perdeu 0,48%, a 2.976 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq recuou 0,78%, a 8.098 pontos.