IPCA
-0.04 Set.2019
Topo

Cotações


Índices da China recuam após Trump ameaçar com mais tarifas

Noah Sin, Jindong Zhang, Luoyan Liu e Samuel Shen

02/08/2019 07h32

Os mercados chineses recuaram nesta sexta-feira, com os investidores buscando cobertura depois que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, adotou novas tarifas sobre a China citando falta de progresso nas negociações comerciais.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, terminou com baixa de 1,47%, enquanto o índice de Xangai caiu 1,41%, perdendo 2,6% na semana.

Na quinta-feira Trump surpreendeu os mercados financeiros ao dizer que planeja aplicar as tarifas adicionais a partir de 1 de setembro, em um fim abrupto para uma trégua na guerra comercial que vem desacelerando o crescimento global.

Pequim vai adotar contramedidas se as tarifas dos EUA forem em frente, disse nesta sexta-feira o Ministério das Relações Exteriores chinês.

Conforme os investidores buscavam proteção contra a volatilidade em ativos mais seguros, os rendimentos dos títulos de 10 anos do governo chinês caíram para 3,1%, nível mais baixo desde abril.

O iuan caiu para o nível mais baixo desde novembro de 2018 no início dos negócios, mas acabou recuperando parte das perdas.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 2,11%, a 21.087 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 2,35%, a 26.918 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 1,41%, a 2.867 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 1,47%, a 3.747 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 0,95%, a 1.998 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 1,70%, a 10.549 pontos.

. Em SINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 0,93%, a 3.261 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 0,30%, a 6.768 pontos.

Mais Cotações