IPCA
0,51 Nov.2019
Topo

TJ de São Paulo quebra sigilos bancário e fiscal de ministro Ricardo Salles

22/11/2019 19h13

Por Ricardo Brito e Lisandra Paraguassu

BRASÍLIA (Reuters) - O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) determinou a quebra dos sigilos bancário e fiscal do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, numa investigação em que ele é investigado por suspeita de enriquecimento ilícito na época em que ocupou cargos no governo paulista.

A decisão, segundo a assessoria de imprensa do TJ-SP, foi tomada pela 10ª Câmara de Direito Público do tribunal ao julgar um recurso autorizando o afastamento dos sigilos de Salles. A 5ª Vara de Fazenda Pública havia negado anteriormente esse pedido.

O Ministério Público paulista investiga a evolução patrimonial do ministro, a partir de declarações de bens entregues por ele mesmo à Justiça Eleitoral quando concorreu a cargos eletivos.

Salles disse não temer as investigações.

"Todos os meus rendimentos e bens foram declarados por mim mesmo. Não tenho nenhum receio acerca da análise dos dados", afirmou o ministro à Reuters.

Economia