PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Ações europeias tocam máxima recorde com fim de incertezas comerciais e do Brexit

16/12/2019 14h40

Por Sruthi Shankar e Shreyashi Sanyal

(Reuters) - As ações europeias atingiram máximas recordes nesta segunda-feira, subindo pela quarta sessão consecutiva, com um acordo comercial preliminar entre os Estados Unidos e a China ajudando a estender um rali desencadeado pela vitória do Partido Conservador nas eleições britânicas.

O FTSE 100 de Londres saltou 2,3%, liderando os ganhos entre os índices regionais, uma vez que os investidores enxergaram a vitória do primeiro-ministro britânico Boris Johnson nas eleições da semana passada como um sinal para a recompra em um mercado que tem apresentado desempenho abaixo dos seus pares em meio à incerteza do Brexit.

As ações de empresas com receita em dólar, como a British American Tobacco, a Glencore e a BHP, subiram entre 3% e 5%. Os bancos expostos às incertezas do Brexit, incluindo o Royal Bank of Scotland e o Barclays, também avançaram.

Os ganhos de Londres, juntamente com o otimismo geral em relação ao acordo comercial EUA-China, elevaram o índice pan-europeu STOXX 600 a uma máxima recorde. O índice FTSEurofirst 300 subiu 1,31%, a 1.629 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhou 1,39%, a 418 pontos, nova máxima de fechamento.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 2,25%, a 7.519 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,94%, a 13.407 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 1,23%, a 5.991 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,84%, a 23.524 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 1,22%, a 9.680 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,34%, a 5.221 pontos.