PUBLICIDADE
IPCA
1,15 Dez.2019
Topo

Contas de luz terão bandeira amarela no primeiro mês de 2020

Segundo a Aneel, manutenção da bandeira amarela se dá pelo baixo nível de armazenamento dos principais reservatórios do País - Getty Images
Segundo a Aneel, manutenção da bandeira amarela se dá pelo baixo nível de armazenamento dos principais reservatórios do País Imagem: Getty Images

Gabriel Araújo

27/12/2019 16h54

SÃO PAULO (Reuters) - As contas de luz do Brasil terão bandeira tarifária amarela em janeiro de 2020, com cobrança adicional de R$ 1,343 para cada 100 quilowatts-hora consumidos, informou a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) nesta sexta-feira.

A bandeira para o próximo mês é a mesma aplicada em dezembro.

De acordo com a Aneel, a manutenção se dá em razão do baixo nível de armazenamento dos principais reservatórios do Sistema Interligado Nacional (SIN) e pelo regime de chuvas significativamente abaixo do padrão histórico nessas regiões.

Na quinta-feira, a Reuters noticiou que as hidrelétricas do Sudeste, que concentram os maiores reservatórios do país, estão atualmente com o menor nível de armazenamento desde 2014 - mesmo em um período tradicionalmente de boas precipitações.

Segundo a Aneel, a previsão hidrológica para janeiro mostra elevação gradativa dos principais reservatórios, mas ainda em patamares abaixo da média histórica, o que afeta a capacidade de produção das usinas hidrelétricas e demanda o acionamento de parte do parque termelétrico, de maior custo de geração.

Em boletim divulgado nesta sexta-feira, o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) já havia indicado previsão de menor índice de chuvas em importantes regiões, como Sudeste (75% da média histórica) e Nordeste (29% da média), em janeiro.

Economia