PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

IGP-M desacelera alta a 0,67% na 1ª prévia de janeiro, diz FGV

Por Luana Maria Benedito
Imagem: Por Luana Maria Benedito

10/01/2020 08h06

Por Luana Maria Benedito

SÃO PAULO (Reuters) - O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M) iniciou o ano com alta de 0,67% na primeira prévia de janeiro, contra 1,83% no mesmo período do mês anterior, em meio à menor força dos preços do atacado, de acordo com os dados divulgados nesta sexta-feira pela Fundação Getulio Vargas (FGV).

O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) teve no período avanço de 0,86%, contra alta de 2,57% na primeira prévia de dezembro. O IPA mede a variação dos preços no atacado e responde por 60% do índice geral.

O principal destaque entre os componentes do IPA foi o grupo Matérias-Primas Brutas, que deixou para trás alta de 4,64% no primeiro decêndio de dezembro para cair 0,13% em janeiro. Uma queda de 5,63% nos bovinos, ante disparada de 21,23% anteriormente, contribuiu para o arrefecimento do grupo.

Os preços ao consumidor também apresentaram menor pressão, com o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que tem peso de 30% no índice geral, desacelerando a alta a 0,33%, de 0,59% na primeira prévia de dezembro.

Segundo a FGV, o grupo Educação, Leitura e Recreação foi o que mais colaborou para esse movimento, apresentando queda de 0,94% em janeiro depois de avanço de 0,67% no mês anterior. A leitura foi resultado de uma deflação de 9,58% nas passagens aéreas, ante alta de 14,47% no primeiro decêndio de dezembro.

Por sua vez, o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) subiu 0,20% na primeira prévia de janeiro, depois de registrar queda de 0,12% na leitura do mês anterior.

O IGP-M é utilizado como referência para a correção de valores de contratos, como os de aluguel de imóveis.