PUBLICIDADE
IPCA
0,21 Jan.2020
Topo

Cotações


Índice de blue-chips da China fecha na máxima em quase 2 anos

13/01/2020 07h31

XANGAI (Reuters) - O índice de blue-chips da China fechou na máxima de dois anos nesta segunda-feira, em meio ao fortalecimento das ações de tecnologia, conforme os investidores adotavam o otimismo antes da assinatura da Fase 1 do acordo comercial com os Estados Unidos.

Ajudando o sentimento também estava a recente retórica oficial que pediu fomento do mercado de capital da China para impulsionar a economia.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, subiu 0,98% e fechou no nível mais alto desde fevereiro de 2018, enquanto o índice de Xangai teve alta de 0,75%.

A China e os EUA assinarão a Fase 1 do acordo comercial na quarta-feira. O governo norte-americano convidou ao menos 200 pessoas para a cerimônia na Casa Branca.

O acordo marca o início do alívio na guerra comercial de 18 meses entre os dois países e busca alterar as práticas comerciais e econômicas da China, mas ainda deixará em vigor tarifas sobre cerca de 370 bilhões de dólares em importações chinesas por ano.

As ações de tecnologia saltaram, com o índice que acompanha os papéis de tecnologia da informação subindo quase 3%, enquanto ChiNext board avançou 1,6%.

O subíndice do setor financeiro terminou com alta de 0,92%, o de consumo ganhou 1,52%, o imobiliário subiu 0,98% e o de saúde avançou 0,64%.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei permaneceu fechado.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 1,11%, a 28.954 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,75%, a 3.115 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 0,98%, a 4.203 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 1,04%, a 2.229 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 0,74%, a 12.113 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 0,15%, a 3.251 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 0,37%, a 6.903 pontos.

Cotações