PUBLICIDADE
IPCA
-0,38 Mai.2020
Topo

Coronavírus não afetou exportações da Petrobras, diz presidente da estatal

Roberto Castello Branco, na cerimônia de posse como presidente da Petrobras - Allan Carvalho/Futura Press/Estadão Conteúdo
Roberto Castello Branco, na cerimônia de posse como presidente da Petrobras Imagem: Allan Carvalho/Futura Press/Estadão Conteúdo

07/02/2020 17h01

SÃO PAULO (Reuters) - As exportações e vendas da Petrobras não foram afetadas —até o momento— pelo novo coronavírus, que tem provocado uma redução de preços globais do petróleo diante de temores sobre uma queda da demanda. A declaração foi feita hoje pelo presidente da estatal, Roberto Castello Branco.

Os valores da commodity têm recuado conforme a China tem limitado a circulação de grande quantidade de pessoas.

Além disso, como prevenção, viagens ao país asiático têm sido evitadas. No Brasil, por exemplo, as gigantes Vale e a própria Petrobras suspenderam voos de negócios para a China.

O executivo pontuou que a empresa está preparada para lidar com o ambiente de preços baixos da commodity. Para ele, "é apenas um choque, tem duração temporária".

"Até agora, o efeito do coronavírus tem se manifestado, como era de se esperar, imediatamente nos preços do petróleo. Mas nós administramos a Petrobras nos preparando para viver em um ambiente de preços de petróleo baixos", disse o executivo em evento na B3.

"Uma empresa de commodities, para ser rentável, para gerar valor, tem que ter custos baixos para atravessar um ambiente de preços baixos sobrevivendo bem, confortavelmente", acrescentou.

Durante o evento, o Castello Branco disse ainda que uma greve de petroleiros iniciada no sábado não afetou a produção da companhia até agora e frisou que o movimento tem "conotação política".

Economia