PUBLICIDADE
IPCA
+0,93 Mar.2021
Topo

Wall Street cai com setor de energia sob pressão de baixa do petróleo

20/04/2020 12h52

Por Shreyashi Sanyal e C Nivedita

(Reuters) - A queda nas ações de empresas do setor de energia pressionava Wall Street nesta segunda-feira, com os preços do petróleo em colapso em um início de uma semana repleta de balanços corporativos e dados econômicos que provavelmente sublinharão os danos causados pelo surto de coronavírus.

O índice de energia do S&P 500 perdia 2,8% e estava no caminho da sexta queda em sete sessões, à medida que o contrato do petróleo dos Estados Unidos sofria um tombo de 35%, para seu menor nível desde 1998, devido ao excesso de oferta.

Exxon Mobil e Chevron recuavam mais de 3%, entre as maiores perdas no índice Dow Jones.

Todos os principais subíndices do S&P 500 operavam em baixa, mas os declínios do Nasdaq eram limitados por Amazon.com e Netflix, consideradas 'ações de quarentena', com isolamentos generalizados alimentando demanda por streaming online e entrega de mantimentos em domicílio.

"Em grande medida a sessão de hoje é uma devolução de alguns ganhos anteriores, pois as pessoas estão tentando avaliar se levará seis meses, nove meses ou 12 meses até que a economia volte ao normal", disse Dev Kantesaria, gestor de portfólio do hedge fund Valley Forge Capital Management.

Às 12:09 (horário de Brasília), o índice Dow Jones caía 0,88%, a 24.030 pontos, enquanto o S&P 500 perdia 0,613659%, a 2.857 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq avançava 0,24%, a 8.671 pontos.