PUBLICIDADE
IPCA
-0,38 Mai.2020
Topo

Pandemia provoca debate do BC do Japão sobre recessão semelhante à Grande Depressão

11/05/2020 09h35

Por Leika Kihara

TÓQUIO (Reuters) - Alguns membros do banco central japonês pediram medidas ainda mais ousadas do que as anunciadas na decisão de política monetária do mês passado, mostrou um resumo das opiniões das autoridades nesta segunda-feira, para evitar que o coronavírus cause uma crise econômica tão grave quanto a Grande Depressão.

Com expectativa de que a pandemia leve o Japão a uma profunda recessão, alguns membros da diretoria do Banco do Japão pediram passos além do que foi decidido na revisão de juros de abril, como uma coordenação mais forte com o governo e uma revisão das ferramentas existentes.

"As autoridades precisam agir com ousadia para evitar a repetição da Grande Depressão", disse um membro da diretoria, acrescentando que há mais espaço para expandir o apoio fiscal e monetário.

"O banco central tem que reexaminar a eficácia de sua política monetária atual para impedir que o Japão volte à deflação", mostrou outra opinião de um dos nove membros da diretoria

Na reunião de 27 de abril, o Banco do Japão expandiu o estímulo e comprometeu-se a comprar uma quantidade ilimitada de títulos para manter baixos os custos dos empréstimos, à medida que o governo tenta sair da crescente dor econômica da pandemia.

Nas novas previsões trimestrais divulgadas na reunião de abril, o banco central prevê que a inflação ficará aquém de sua meta de 2% por pelo mais três anos.

Economia