PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Cemig mantém plano de investimentos, aproveitará pandemia para tocar obras, diz CEO

13/05/2020 17h07

SÃO PAULO (Reuters) - A elétrica mineira Cemig ainda não tem planos de cortar investimentos devido à pandemia de coronavírus e seus efeitos sobre o mercado de energia, disse nesta quarta-feira o presidente da companhia, Reynaldo Passanezi, ressaltando no entanto a necessidade de cortes de custos operacionais.

"Estamos preservando até o momento nosso programa de investimentos, que é bastante ambicioso", afirmou o executivo, ao participar de transmissão ao vivo promovida pela Delta Energia.

"A economia está parada, menos trânsito, é mais fácil você fazer obra. Você tem possibilidade de fazer intervenções (na rede elétrica) com muito menos impacto que se a economia estivesse funcionando normalmente", acrescentou Passanezi.

A Cemig prevê investimentos de 2 bilhões de reais em 2020 e de 8,4 bilhões de reais entre 2021 e 2024. Desses recursos, 8,65 bilhões de reais vão para a subsidiária de distribuição de energia do grupo.

O presidente da estatal mineira ressaltou, porém, a necessidade de cortes de custos devido a impactos sobre o faturamento devido à queda no consumo de energia decorrente de medidas de isolamento e à maior inadimplência, pela perda de renda da população.

"Tem que trabalhar despesa... PMSO (custos com pessoal, material, serviços e outros) tem que otimizar", afirmou ele, sem detalhar.

(Por Luciano Costa)