PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Japão aprova novo estímulo de US$1,1 tri para combater prejuízos da pandemia

Primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, durante entrevista coletiva em Tóquio - Por Takaya Yamaguchi e Tetsushi Kajimoto
Primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, durante entrevista coletiva em Tóquio Imagem: Por Takaya Yamaguchi e Tetsushi Kajimoto

Por Takaya Yamaguchi e Tetsushi Kajimoto

Em Tóquio

27/05/2020 08h29

O gabinete do primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, aprovou nesta quarta-feira um novo pacote de estímulo de US$ 1,1 trilhão que inclui gastos diretos significativos para impedir a pandemia de coronavírus de levar a terceira maior economia do mundo a uma recessão ainda mais profunda.

O estímulo recorde de 117 trilhões de ienes, que será financiado em parte por um segundo Orçamento extra, seguiu outro pacote de 117 trilhões de ienes lançado no mês passado.

O novo pacote leva os gastos totais do Japão para combater as consequências do vírus para 234 trilhões de ienes (US$ 2,18 trilhões), ou cerca de 40% do PIB (Produto Interno Bruto) do país.

Os gastos combinados estão entre os maiores pacotes fiscais do mundo para lidar com o coronavírus, aproximando-se do tamanho do programa de ajuda de US$ 2,3 trilhões dos Estados Unidos.

O pacote mais recente inclui 33 trilhões de ienes em gastos diretos, disse o Ministério das Finanças do Japão.