PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Com fechamento de lojas, lucro da Hering desaba 89% no 1º trimestre

Coleção "Camisetas do Amor", da Hering - Divulgação/Hering
Coleção 'Camisetas do Amor', da Hering Imagem: Divulgação/Hering

28/05/2020 19h27Atualizada em 29/05/2020 08h35

A varejista de moda Cia Hering teve uma queda de quase 90% no lucro do primeiro trimestre, diretamente motivada pelas medidas de isolamento social tomadas em meados de março no País para tentar conter o avanço do coronavírus.

A companhia divulgou hoje que seu lucro do período somou R$ 5 milhões, queda de 89,2% ante o mesmo período de 2019. O resultado operacional medido pelo lucro antes de juros, impostos, amortização e depreciação (Ebitda, na sigla em inglês) caiu 80%, para R$ 11,4 milhões.

Segundo a Cia. Hering, a queda refletiu "em grande parte à paralisação das operações na segunda quinzena de março", o que fez a receita líquida do trimestre recuar 27,2% ano a ano, para R$ 272,1 milhões.

A varejista afirmou que já tem 203 lojas abertas, cerca de 30% do total, e que em abril retomou parcialmente operações fabris e de seu principal centro de distribuição, em Goiás.

A empresa também descontinuou a marca de moda infantil PUC como parte das medidas para racionalizar suas operações.

A companhia ainda reduziu os salários da administração e aderiu ao programa emergencial de manutenção do emprego, o que permitiu diminuir em 50% de redução da folha de pagamento em abril e maio, medidas que terão maior impacto no segundo trimestre.

A Cia Hering fechou março com caixa líquido de R$ 365,2 milhões, quase estável nas comparações sequencial e anual.