PUBLICIDADE
IPCA
0,26 Jun.2020
Topo

BC passar a ver déficit em conta corrente de US$13,9 bi em 2020 sobre US$41 bi antes

25/06/2020 08h20

SÃO PAULO (Reuters) - O Banco Central melhorou nesta quinta-feira sua estimativa para o déficit em transações correntes a 13,9 bilhões de dólares em 2020, contra rombo de 41 bilhões de dólares projetado em março, ao mesmo tempo em que reduziu a perspectiva para os Investimentos Diretos no País (IDP) a 55 bilhões de dólares, sobre 60 bilhões antes.

Em seu Relatório Trimestral de Inflação, o BC explicou que foram determinantes para essa revisão os efeitos econômicos da Covid-19, que contribuíram para a desaceleração do comércio global, bem como para redução na projeção de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) doméstico para 2020 e para deterioração do ambiente de investimento internacional.

A melhora para o rombo em transações correntes vem principalmente pela projeção de menor déficit na conta de renda primária. Dentro dessa rubrica, o BC agora vê remessas de lucros e dividendos de 13,2 bilhões de dólares neste ano, ante 25 bilhões de dólares antes.

Na conta de serviços, a estimativa para as despesas líquidas de viagens internacionais caiu a 4 bilhões de dólares, contra 7 bilhões de dólares no relatório anterior.

Em relação à balança comercial, o BC agora vê um superávit de 39 bilhões de dólares, sobre 33,5 bilhões de dólares antes.

(Por Camila Moreira)

Economia