PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

MPT abre apuração após casos de covid-19 em 10 frigoríficos no Mato Grosso

Da Reuters, em São Paulo

08/07/2020 18h06

O MPT-MT (Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso) decidiu apurar condições de trabalho em mais dez processadores de carne do Estado, após a confirmação de casos de covid-19 entre os funcionários de companhias que incluem a JBS, maior do setor.

As informações de trabalhadores contaminados foram enviadas pelas próprias empresas e pelos órgãos de Vigilância Sanitária, afirmou o MPT em comunicado à imprensa, que contabilizou casos de covid-19 em dez unidades.

A JBS, que conta com dez fábricas em Mato Grosso, informou a ocorrência de 41 casos confirmados e 128 suspeitos. Ao menos 14 desses casos confirmados são da unidade de Barra do Garças.

A empresa afirmou em comunicado que não comenta as informações do MPT-MT.

Disse ainda que, "caso ocorra diagnóstico positivo para Covid-19, o colaborador é imediatamente afastado", e outras ações são tomadas como o afastamento preventivo dos funcionários com suspeita de coronavírus.

A JBS, que emprega 11 mil funcionários no Mato Grosso, afirmou que realiza monitoramento permanente de todos os colaboradores.

Já a empresa Vale Grande, que conta com três fábricas no Estado, registrou sete casos de covid-19.

O frigorífico Agra Agroindústria de Alimentos, em Rondonópolis, após a interdição da Vigilância Sanitária em junho, realizou testagem em massa e confirmou 105 casos, informou o MPT.

Os frigoríficos Minerva e Naturafrig não comunicaram casos, segundo nota do MPT.

"Os documentos demonstraram um padrão protetivo inferior aos parâmetros estabelecidos pelo MPT e, inclusive, em termos de ajuste de conduta (TACs) de abrangência nacional firmados com outras empresas do setor, como Marfrig e BRF", afirmou o MPT.