PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Ação do Twitter recua após ataque contra perfis verificados

16/07/2020 12h36

Por Ayanti Bera e Aakash Jagadeesh Babu e Subrat Patnaik

BANGALORE, Índia (Reuters) - As ações do Twitter chegaram a recuar mais de 4% nesta quinta-feira, um dia depois de hackers terem obtido acesso a sistemas internos da plataforma para sequestrar contas de usuários verificados, incluindo políticos, bilionários, celebridades e companhias.

O ataque conseguiu acesso às contas do candidato à presidência dos Estados Unidos Joe Biden, da celebridade Kim Kardashian, do ex-presidente norte-americano Barack Obama, do bilionário Elon Musk entre outras e passou a exigir resgate em moeda digital para devolver o acesso.

O ataque "certamente não ajuda", disse Joe Wittine, analista da Edgewater Research. O incidente representa mais um "risco à reputação", do que um "risco material de curto prazo às receitas com publicidade".

O Twitter informou que hackers tiveram como alvo funcionários com acesso a seus sistemas internos e que "usaram este acesso para tomar controle de muitas contas altamente acompanhadas (incluindo as verificadas)".

Como medida extraordinária, o Twitter temporariamente suspendeu a atividade de muitas contas verificadas enquanto investiga a falha na segurança.

Dados públicos de blockchain mostram que os hackers receberam mais de 100 mil dólares em criptomoedas como resultado do ataque.

Por volta de 12h30 (horário de Brasília), as ações do Twitter exibiam recuo de cerca de 1%, enquanto o índice norte-americano S&P 500, que tem os papéis em sua composição, caía 0,5%.