PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Nestlé está mais otimista que rivais com produtos para animais melhorando vendas

30/07/2020 13h14

Por Silke Koltrowitz

ZURIQUE (Reuters) - A Nestlé adotou um tom mais otimista do que suas rivais nesta quinta-feira, prevendo um crescimento na faixa de 2% a 3% nas vendas deste ano, uma vez que a demanda por ração para animais de estimação e produtos de saúde ajudou a empresa a alcançar um crescimento no segundo trimestre.

As rivais Danone e Unilever registraram queda nas vendas trimestrais e não deram perspectivas para o ano por causa das incerteza relacionadas ao coronavírus.

A previsão anterior da Nestlé de crescimento das vendas em 2020 de "acima de 3,5%" não incluia o impacto da crise, disse o presidente-executivo Mark Schneider à Reuters em entrevista.

"Agora temos uma compreensão muito melhor de como a Covid-19 afeta nossos negócios", afirmou Schneider. Ele acrescentou que a Nestlé, conhecida por marcas como Nespresso e Purina, queria proporcionar estabilidade aos investidores.

O crescimento das vendas orgânicas da Nestlé, que exclui aquisições e oscilações de câmbio, desacelerou para 1,3% de abril a junho, de 4,3% no trimestre anterior, à medida que o efeito da acumulação de estoques diminuiu.

Schneider disse que produtos para animais de estimação tiveram um desempenho superior graças às fortes vendas online e que produtos ligados ao consumo de café em casa - que a Nestlé fortaleceu recentemente graças à sua parceria com o Starbucks - foi resiliente.

Produtos de saúde, como vitaminas, também foram beneficiados pelas preocupações com a Covid-19, disse Schneider.

Analistas exaltaram o crescimento das vendas melhor que o esperado no primeiro semestre e a margem melhorada de 17,4%. O lucro líquido também superou as expectativas, indo a 5,9 bilhões de francos suíços (6,46 bilhões de dólares).