PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Diamante de 102 quilates pode render até US$ 30 milhões em leilão

Diamante será colocado em um leilão autônomo de lote único em Hong Kong em 5 de outubro de 2020 -  Angela Weiss / AFP
Diamante será colocado em um leilão autônomo de lote único em Hong Kong em 5 de outubro de 2020 Imagem: Angela Weiss / AFP

Jill Serjeant

10/09/2020 14h51

Um dos diamantes mais raros do mundo, mais ou menos do tamanho de um ovo ou de um pirulito grande, será leiloado no mês que vem com previsão de render de US$ 12 milhões (R$ 63 milhões) a US$ 30 milhões (R$ 159 milhões).

A Sotheby's informou hoje que o diamante de 102,39 quilates, uma pedra branca impecável, é o segundo maior diamante oval de seu tipo a ser oferecido em leilão. O maior, um diamante de 118,28 quilates, estabeleceu um preço recorde de US$ 30,8 milhões (R$ 163 milhões) quando foi vendido em 2013.

Apenas sete desses diamantes, conhecidos no comércio como diamantes "perfeitos", com mais de 100 quilates, foram vendidos anteriormente em leilão.

"Cada vez mais pessoas entendem que algo com bilhões de anos e do tamanho de um pirulito pode ter tanto valor quanto um autorretrato de Rembrandt ou um Basquiat", disse Gary Schuler, presidente mundial de joias da Sotheby's, em um comunicado.

O diamante será vendido em um lote único sem preço de reserva na Sotheby's em Hong Kong em 5 de outubro.

"Os diamantes deste calibre e tamanho foram vendidos entre US$ 11,9 milhões (R$ 63 milhões) e US$ 33,7 milhões (R$ 178 milhões)", afirmou Quig Bruning, chefe do departamento de joias da Sotheby's em Nova York.