PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Ibovespa fecha em queda seguindo exterior; IRB Brasil desaba 17%

06/10/2020 17h50

Por Peter Frontini

SÃO PAULO (Reuters) - As ações brasileiras fecharam esta terça-feira em queda, seguindo o movimento global, após o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, interromper negociações para novo pacote de alívio aos efeitos da Covid-19 para depois das eleições.

O IRB Brasil foi o destaque negativo, desabando mais de 17%.

Após ter chegado a superar os 97 mil pontos no começo da sessão, o principal índice acionário doméstico perdeu força e fechou em baixa de 0,49%, a 95.615,03 pontos. O giro financeiro da sessão somou 27,7 bilhões de reais.

O humor do mercado mudou rapidamente após o anúncio de Trump pelo Twitter. Todos os três principais índices de ações dos EUA viraram bruscamente para baixo com a notícia.

Em Wall Street, o Dow Jones caiu 1,34%, o S&P 500 perdeu 1,4% e o Nasdaq caiu 1,57%.

O jantar entre o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, e o ministro da Economia, Paulo Guedes, animou o mercado, com ambos sinalizando alinhamento para tocar a pauta econômica do governo, principal em relação à agenda de reformas e ao Renda Cidadã.

No melhor momento, o Ibovespa chegou a avançar quase 1,4%. Mas mesmo o ânimo com o cenário doméstico esmoreceu, após a notícia de que a nova proposta do Renda Cidadã deve ser adiada.

DESTAQUES

- IRB BRASIL ON despencou 17,1%, após o UBS BB retomar a cobertura da empresa com recomendação de "venda" e preço-alvo de 4,60 reais. Os papéis da companhia subiram mais de 15% em outubro até segunda-feira.

- EMBRAER ON avançou 3,1%. O Bradesco BBI elevou a recomendação do papel de underperform para neutro, afirmando que a Embraer tem caixa suficiente para superar a pandemia e se ajustar ao mercado após o fracasso do acordo com a Boeing.

- BRASKEM PNA teve alta de 4,5%, após o Morgan Stanley elevar a recomendação do papel de equalweight para overweight.

- AZUL PN ganhou 6,5%, após informar na véspera que seu tráfego de passageiros em setembro subiu 23,5% ante agosto, estendendo a retomada dos últimos meses. GOL, também com recuperação no tráfego, subiu 7,3%.

- OI ON fechou estável. O juiz encarregado por sua recuperação judicial deu prazo de 12 meses para conclusão da reestruturação de suas subsidiárias, após aprovar aditamento ao plano de reestruturação aprovado por credores.