PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Ibovespa engata nova alta e encosta em 112 mil pontos; Vale recua

02/12/2020 10h27

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - A bolsa paulista buscava manter o viés positivo na abertura dos negócios desta quarta-feira, após o Ibovespa renovar máximas desde fevereiro na véspera, com o noticiário sobre vacinas ainda ocupando os holofotes.

A cena corporativa brasileira também estava no radar, com Notre Dame Intermédica avançando após precificar oferta de ações, enquanto Braskem recuava após aviso sobre interrupção de fornecimento de gás no México.

A Vale também estimou que a produção de minério de ferro da empresa em 2020 foi estimada entre 300 milhões e 305 milhões de toneladas, um número abaixo da meta projetada para o ano, o que enfraquecia as ações após novo recorde.

Às 10:21, o Ibovespa subia 0,28%, a 111.708,53 pontos. Na máxima até o momento, chegou a 111.924,56 pontos.

No exterior, o Reino Unido aprovou a vacina contra Covid-19 desenvolvida em parceria entre a Pfizer e a BioNTech e afirmou que poderá começar a ser aplicada aos mais vulneráveis na semana que vem.

Na terça-feira, o Ibovespa encerrou em alta de 2,3%, a 111.399,91 pontos, maior nível de fechamento desde 21 de fevereiro.

Para ver as maiores altas do Ibovespa, clique em

Para ver as maiores baixas do Ibovespa, clique em

(Edição Alberto Alerigi Jr.)