PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Wall St fecha em queda com pausa em rali de estímulos; giro com ações da Tesla dispara

18/12/2020 18h11

Por Karen Pierog e Caroline Valetkevitch

(Reuters) - Os mercados acionários dos Estados Unidos encerraram em queda nesta sexta-feira, pressionados pela incerteza em torno de um acordo de estímulo para enfrentamento ao coronavírus, enquanto as ações da Tesla atingiram uma máxima recorde, em meio a forte volume de negócios e antes de sua inclusão no S&P 500 na próxima semana.

Os três principais índices bateram máximas recordes na abertura, antes de recuarem. O segmento de tecnologia do S&P 500, que liderou os ganhos nesta semana, exerceu a maior pressão negativa sobre o índice.

O pregão mostrou volatilidade e forte volume de negociação para as ações da fabricante de carros elétricos Tesla Inc. A companhia vai se tornar na segunda-feira a empresa mais valiosa a ser adicionada ao S&P 500.

As ações da companhia subiram 6% e atingiram uma máxima recorde. O volume de negócios com os papéis da Tesla alcançou 120 bilhões de dólares logo após as 18h (de Brasília), com giro superior a 200 milhões de ações conforme a ação era negociada no pós-mercado, segundo dados da Refinitiv.

O índice Dow Jones caiu 0,41%, a 30.179 pontos, enquanto o S&P 500 perdeu 0,35111%, a 3.709 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq recuou 0,07%, a 12.756 pontos.