PUBLICIDADE
IPCA
+0,25 Jan.2021
Topo

Governo de Goiás aprova privatização da Celg-GT

11/02/2021 16h13

SÃO PAULO (Reuters) - O governo de Goiás, controlador da empresa de participações CelgPar, aprovou em assembleia de acionistas nesta quinta-feira a continuidade de processo para privatização da elétrica Celg-GT, que tem ativos de geração e transmissão.

Na assembleia, a CelgPar obteve aprovação para seguir com os planos de vender toda sua fatia na Celg-GT, bem como participações que a empresa detém em outros empreendimentos, informou a companhia em comunicado.

A privatização dos ativos deverá ocorrer por meio de leilão especial na bolsa paulista B3, ainda de acordo com o comunicado.

A CelgPar é atualmente a proprietária da totalidade das ações da Celg-GT, que opera as hidrelétricas de Rochedo e São Domingos e possui participação em empreendimentos de transmissão e outros ativos de geração.

O governo de Goiás encomendou avaliações econômico-financeiras da companhia que indicaram um valor consolidado de 1,53 bilhão de reais para a Celg-GT, segundo documentos divulgados antes da assembleia.

O movimento para a privatização vem anos após a gestão estadual ter vendido suas ações no braço de distribuição de energia da empresa local, a Celg-D, na qual possuía participação também por meio da CelgPar.

A Celg-D foi negociada em leilão realizado em novembro de 2016 e adquirida pela italiana Enel, por 2,187 bilhões de reais.

O Estado de Goiás tem participação de 99,76% na CelgPar, enquanto a Eletrobras possui 0,07%.

(Por Luciano Costa)