PUBLICIDADE
IPCA
+0,93 Mar.2021
Topo

Mercado de energia reduz inadimplência e movimenta R$3 bi, diz CCEE

10/03/2021 16h08

SÃO PAULO (Reuters) - A liquidação financeira do mercado de curto prazo de energia, que promove pagamentos e recebimentos entre empresas do setor, teve 9,46 bilhões de reais em transações contabilizadas em janeiro e arrecadou 3 bilhões em cobranças, disse a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

Dos valores em aberto na operação, que fazem com que empresas credoras na liquidação fiquem sem receber, 6,44 bilhões de reais devem-se a uma disputa judicial na qual diversos agentes conseguiram liminares para evitar débitos relacionados ao chamado risco hidrológico, explicou a CCEE em nota nesta quarta-feira.

O volume não pago já é menor que em liquidações anteriores, uma vez que algumas empresas decidiram quitar valores dos quais estavam isentas após um acordo recente com o governo sobre o risco hídrico, também conhecido no setor pela sigla "GSF".

"Caso o movimento não houvesse ocorrido, o valor relacionado às liminares do GSF somaria 7,1 bilhões de reais no mês", disse a CCEE em nota.

Entre as empresas que quitaram débitos pelo risco hidrológico estão a estatal Eletrobras e subsidiárias da CPFL, controlada pela chinesa State Grid, acrescentou a CCEE.

(Por Luciano Costa)