PUBLICIDADE
IPCA
+0,93 Mar.2021
Topo

Produção da mineradora Anglo American cresce 3% no 1° trimestre

Eva HAMBACH / AFP
Imagem: Eva HAMBACH / AFP

Clara Denina

22/04/2021 09h55

O grupo de mineração Anglo American viu a produção avançar 3% no primeiro trimestre em comparação com mesmo período do ano passado, mesmo com algumas operações rodando a 95% da capacidade devido a impactos da Covid-19, disse a empresa nesta quinta-feira.

A produção de cobre subiu 9%, para 160.000 toneladas no primeiro trimestre, ante 147.000 toneladas no mesmo período do ano anterior, embora com recuo frente às 168 mil toneladas no trimestre passado. A produção de diamante caiu 7% em base anual devido ao excesso de chuvas no sul da África e fechamentos de operações no Canadá pela Covid-19.

A produção de minério de ferro subiu 1%, para 16,2 milhões de toneladas no primeiro trimestre, enquanto a produção de metais do grupo da platina aumentou para 1,02 milhão de onças, de 955.000 no mesmo período do ano anterior.

A Anglo espera que a produção de cobre alcance entre 640.000 toneladas e 680.000 toneladas este ano. Ela também manteve suas metas de produção inalteradas para outros recursos, incluindo minério de ferro e metais do grupo da platina.

Mas a companhia cortou sua previsão para carvão metalúrgico para entre 14 e 16 milhões de toneladas, de entre 18 e 20 milhões antes, uma vez que a operação Moranbah na Austrália permanece suspensa.

"A empresa manteve sua orientação de produção para todo o ano de 2021, exceto para o carvão metalúrgico. Não vemos grandes mudanças nos lucros ante as projeções de consenso devido aos números de produção", disseram analistas do Citi em uma nota.

A mineradora listada em Londres está em processo de cisão de seu negócio de carvão térmico na África do Sul para dar origem a uma nova empresa, à medida que busca uma transição em seus ativos que exploram o combustível fóssil mais poluente.

"O portfólio da Anglo American está cada vez mais inclinado para metais e minerais do futuro, com a cisão recentemente proposta de nossas operações de carvão térmico na África do Sul nos levando ainda mais nessa direção", disse o presidente-executivo Mark Cutifani, em comentários no relatório de produção da empresa.