PUBLICIDADE
IPCA
+0,83 Mai.2021
Topo

Ações da China fecham em máximas de 3 meses com alívio em temores de aperto monetário

27/05/2021 07h31

XANGAI (Reuters) - As ações da China terminaram em máximas de três meses nesta quinta-feira uma vez que dados industriais fracos acalmaram preocupações sobre um aperto da política monetária, enquanto sinais positivos nas relações com as Estados Unidos também impulsionaram o sentimento.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, subiu 0,33%, fechando no nível mais alto desde 3 de março, enquanto o índice de Xangai teve alta de 0,43% no dia, no maior patamar de fechamento desde 23 de fevereiro.

Analistas e operadores disseram que uma série de dados econômicos fracos ajudaram a aliviar temores de aperto da política monetária que haviam pesado sobre os valores das ações e o apetite por risco.

Dados mostraram que os lucros das empresas industriais da China cresceram a um ritmo mais lento em abril, com os altos preços das commodities e o desempenho mais fraco no setor de bens de consumo limitando a rentabilidade geral.

Por outro lado, a China e os EUA concordaram que o desenvolvimento do comércio bilateral é muito importante, disse o Ministério do Comércio chinês, acrescentando que ambos os lados trocaram ideias sobre questões de preocupação mútua,

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 0,33%, a 28.549 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 0,18%, a 29.113 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,43%, a 3.608 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 0,33%, a 5.338 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 0,09%, a 3.165 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 0,25%, a 16.601 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 0,60%, a 3.164 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 0,03%, a 7.094 pontos.

(Reportagem de Luoyan Liu e Andrew Galbraith)