PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Arroba elevada deve garantir lucro na pecuária em 2021 mesmo com alta de grãos, diz Athenagro

15/06/2021 18h39

SÃO PAULO (Reuters) - Os elevados preços da arroba bovina, que estão em torno de 50% maiores que as cotações de 2020, devem garantir lucros aos pecuaristas apesar do avanço dos custos com insumos usados na ração como milho e farelo de soja, disse a consultoria Athenagro nesta terça-feira.

Segundo levantamento, os custos de produção da pecuária de corte aumentaram na ordem de 10% a 20% nos pacotes de tecnologias mais baixas e cerca de 30% nos sistemas mais produtivos.

Nos níveis tecnológicos mais avançados, que permitem a produção de 38 a 55 arrobas por hectare, a despesa para 2021 está estimada em 2.298 reais por hectare, 33% superior ao registrado um ano antes.

"Quanto maior é o pacote tecnológico, mais o produtor fica exposto ao mercado de grãos e às cotações do dólar, 10% mais altas em relação ao mesmo período de 2020", disse a análise assinada pelo sócio e diretor da Athenagro, Maurício Palma Nogueira.

Ele ressaltou que, nos primeiros seis meses do ano, a cotação média dos componentes de uma dieta de engorda está 77% acima do registrado no mesmo período de 2020.

Em contrapartida, Nogueira afirmou que os preços mais elevados do gado com pouco uso de insumos aumentam significativamente os lucros esperados.

"Projetando custos e receitas com base na expectativa atual de mercado até o final do ano, os resultados tendem a melhorar entre 60% e 130% nos níveis mais baixos de tecnologia", estimou.

"Mas a alta tecnologia também deve proporcionar resultados melhores em 2021... os lucros registrados serão cerca de 50% superiores aos registrados em 2020, imaginando as mesmas condições de desempenho técnico e administrativo."

De acordo com os dados, os resultados operacionais no pecuarista mais tecnificado podem alcançar 2.935 reais por arroba, aumento de 133% no comparativo anual.

(Por Nayara Figueiredo)