PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Minério de ferro despenca após China anunciar investigação sobre mercado 'spot'

21/06/2021 08h25

Por Enrico Dela Cruz

(Reuters) - Os contratos futuros do minério de ferro negociados na Ásia recuaram nesta segunda-feira, ampliando perdas depois que autoridades da China iniciaram uma investigação sobre o mercado "spot" da commodity, já que as cotações da matéria-prima siderúrgica permaneceram em patamares elevados mesmo após alertas contrários ao entesouramento e à especulação.

O contrato mais negociado do minério de ferro na bolsa de commodities da Dalian, para setembro, fechou em queda de 8,8%, a 1.121 iuanes (173,31 dólares) por tonelada, após tocar uma mínima de 1.118,50 iuanes, menor nível desde 8 de junho.

Já o contrato mais ativo na bolsa de Cingapura, para julho, chegou a cair 5,7%, para 195,05 dólares a tonelada, também o mais baixo patamar desde 8 de junho.

A Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma da China (NRDC, na sigla em inglês) --órgão estatal de planejamento do país-- e a Administração Estatal para Regulação do Mercado prometeram "punir e divulgar estritamente" irregularidades de mercado, como preços exagerados e entesouramento.

Os preços "spot" se mantiveram acima de 200 dólares por tonelada nas últimas três semanas, apesar de esforços do governo para conter a inflação das commodities, guiada em parte por operações especulativas, que ajudaram a impulsionar o minério de ferro a uma máxima recorde de mais de 230 dólares no mês passado.

Os futuros do aço também caíram, com o vergalhão negociado na bolsa de futuros de Xangai cedendo 4,2%. A bobina laminada a quente recuou 4,3%, enquanto o aço inoxidável perdeu 0,6%.

(Reportagem de Enrico Dela Cruz, em Manila)