PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Traders de varejo respondem por 10% do volume de negociação de ações dos EUA, diz Morgan Stanley

30/06/2021 11h06

Por Thyagaraju Adinarayan

LONDRES (Reuters) - Os investidores de varejo respondem atualmente por cerca de 10% do volume diário de negociação do Russell 3000, o índice de ações mais amplo dos Estados Unidos, após atingir um pico de 15% em setembro, quando o tédio do lockdown e economias extras despertaram o interesse nos mercados de ações, disse o banco de investimentos dos EUA, Morgan Stanley, nesta quarta-feira.

O frenesi do varejo do verão do Hemisfério Norte no ano passado se estendeu até 2021 com as chamadas "ações meme" com empresas como a GameStop e AMC Entertainment subindo rapidamente mais de 1.000%, deixando operadores profissionais perplexos.

O volume médio diário de negociação no índice Russell 3000 nos últimos cinco dias foi de 380 bilhões de dólares, de acordo com dados da Refinitiv, o que significa que os traders individuais contribuíram com cerca de 38 bilhões de dólares por dia.

O Morgan Stanley disse que o fenômeno gerou muitas perguntas de seus clientes sobre como estimar efetivamente a atividade de varejo.

"Descobrimos que os investidores de varejo tendem a preferir empresas em setores com os quais provavelmente estão familiarizados como consumidores, como bens de consumo, serviços de comunicação e tecnologia", disse o banco em nota.

Aplicando suas próprias metodologias, o Morgan Stanley descobriu que durante o período de cinco anos de julho de 2016 a junho de 2021, ações com alta participação no varejo continuaram superando as ações com baixa participação no varejo no mês seguinte.

A análise de números do banco também destacou que esses traders têm preferência por qualidade bifurcada, com maior atividade em nomes de alta e baixa qualidade.

(Por Thyagaraju Adinarayan)