PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Randolfe apresenta queixa-crime contra Bolsonaro ao STF por difamação em redes sociais

20/07/2021 18h32

BRASÍLIA (Reuters) - O vice-presidente da CPI da Covid do Senado, Randolfe Rodrigues (Rede-AP) apresentou nesta terça-feira ao Supremo Tribunal Federal (STF) uma queixa crime contra o presidente Jair Bolsonaro por difamação nas redes sociais.

Randolfe quer a retirada do ar de uma publicação de Bolsonaro na qual o presidente afirma que o senador estava querendo comprar a Covaxin sem licitação e sem a certificação da Anvisa e que teria negociado doses da vacina. Junto com as afirmações, o presidente publicou um vídeo do parlamentar. No vídeo, no entanto, Randolfe aparece pedindo pressa para a Anvisa autorizar o imunizante.

O senador quer outras sanções contra o presidente.

"É notória a tentativa recente do sr. presidente da República de desviar o foco da CPI da Pandemia --da qual o ora Querelante é vice-presidente--, ofendendo a reputação de seus integrantes", criticou Randolfe, na ação.

Procuradas, a Secretaria de Comunicação Social (Secom) da Presidência da República e a Advocacia-Geral da União não se responderam de imediato o pedido de comentário.

Bolsonaro é alvo de um inquérito criminal no STF --aberto a pedido da Procuradoria-Geral da República após provocação de Randolfe e outros senadores-- por supostamente ter cometido o crime de prevaricação ao não ter tomado providências para barrar suspeitas de irregularidades envolvendo a contratação da Covaxin. O presidente nega irregularidades nesse caso.

(Reportagem de Ricardo Brito)