PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Contratos podem ser ajustados para reduzir preços de combustíveis, diz Bolsonaro

13.set.2021 - O presidente Jair Bolsonaro (sem partido), em cerimônia no Palácio do Planalto - Adriano Machado/Reuters
13.set.2021 - O presidente Jair Bolsonaro (sem partido), em cerimônia no Palácio do Planalto Imagem: Adriano Machado/Reuters

Lisandra Paraguassu

Da Reuters

30/09/2021 12h38Atualizada em 30/09/2021 18h03

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou nessa quinta-feira que o governo não quer quebrar contratos na área de combustíveis, mas que é possível "ajustar" os acordos firmados para encontrar formas de reduzir os preços cobrados dos consumidores.

Em discurso em Belo Horizonte, o presidente afirmou que é necessário "buscar formas legais" de resolver a alta do preço do gás e do petróleo no país, e citou que o Brasil produz gás e é autossuficiente em petróleo.

Na verdade, a produção brasileira supera o consumo, mas por falta de capacidade e refino do petróleo leve produzido no pré-sal, o país exporta esse petróleo e importa parte de derivados para compor o combustível usado no Brasil.

PUBLICIDADE