PUBLICIDADE
IPCA
0,73 Dez.2021
Topo

Estrangeiros estão interessados na fábrica da Ford na Índia, diz ministro

Montadoras estrangeiras indicaram interesse em comprar uma fábrica da Ford em Tamil Nadu, disse o ministro das Indústrias do Estado indiano - REUTERS/Babu
Montadoras estrangeiras indicaram interesse em comprar uma fábrica da Ford em Tamil Nadu, disse o ministro das Indústrias do Estado indiano Imagem: REUTERS/Babu

30/12/2021 14h05

Montadoras estrangeiras indicaram interesse em comprar uma fábrica da Ford em Tamil Nadu, disse o ministro das Indústrias do Estado indiano nesta quinta-feira (30), após conversas inconclusivas com o Grupo Tata.

A Ford Índia disse em setembro que encerraria as operações em uma fábrica no estado de Gujarat Ocidental até o fim de 2021 e a fabricação de veículos e motores na fábrica de Tamil Nadu até 2022, pois não via melhora da lucratividade no país.

"Negociações em estágio inicial estão acontecendo", disse Thangam Thennarasu, ministro da Indústria de Tamil Nadu, à Reuters, acrescentando que não poderia dar detalhes das empresas estão interessadas.

"No final, caberá à Ford, pois será um acordo comercial. Estamos apenas facilitando as negociações", disse ele.

Thennarasu disse que o Grupo Tata também mostrou interesse em comprar a fábrica da Ford, tendo visitado a fábrica para um estudo preliminar, mas o governo do estado ainda não sinalizou sobre qualquer negócio.

"Agora cabe a eles fazerem um anúncio oficial", disse Thennarasu à Reuters em entrevista na quinta-feira.

Questionada sobre quais empresas podem estar interessadas em comprar a fábrica de Tamil Nadu, A Ford disse em comunicado: "Continuamos a explorar alternativas possíveis para nossas instalações, mas não temos mais nada a compartilhar."

Tamil Nadu, com mais de 70 milhões de habitantes e uma das regiões mais industrializadas do país, às vezes é chamado de "Detroit da Ásia". É o lar de fábricas de empresas como BMW, Daimler, Hyundai, Nissan e Renault.

Thennarasu disse que fabricantes de veículos elétricos e de baterias têm mostrado interesse. A empresa de compartilhamento de caronas Ola, que iniciou uma fábrica de scooters elétricas na região, expressou planos de expansão, disse ele.

Em janeiro, a Ford havia anunciado o fechamento de suas três fábricas restantes no Brasil, como parte de uma reestruturação global.

PUBLICIDADE