PUBLICIDADE
IPCA
-0,68 Jul.2022
Topo

Mídia e Marketing

Compra do Wordle pelo New York Times provoca reação dos fãs

01/02/2022 11h48

A aquisição do Wordle pelo New York Times gerou repercussão nas mídias sociais, com temores de fãs de que o popular jogo de palavras online, atualmente gratuito, passe a ficar atrás de um paywall.

O Times disse que o jogo "inicialmente" permaneceria gratuito para jogadores novos e existentes, em seu anúncio da transação na segunda-feira. O preço exato não foi revelado, apenas que está na casa baixa dos sete dígitos.

O anúncio levou alguns usuários de mídia social a sugerir que o Times em breve permitiria apenas o acesso aos assinantes.

"Eu nunca vi o Twitter ficar imediatamente bravo quanto como na compra do Wordle pelo NYT", tuitou um usuário. "O NYT pegou uma coisa legal e simples que muitas pessoas realmente gostam, um pouco de diversão idiota em nossos tempos exaustivamente sombrios, e deu a entender que eles vão colocar isso atrás de um paywall".

Depois de criar o Wordle para brincar com sua namorada Palak Shah, o engenheiro de software Josh Wardle o lançou ao público em outubro. Em poucos meses, tornou-se um fenômeno global, com celebridades como Trevor Noah se juntando ao movimento.

Wardle disse, em um post no Twitter, que estaria mentindo se dissesse que isso não foi um pouco surpreendente. "Afinal, sou apenas uma pessoa e é importante para mim que, à medida que a Wordle cresce, continue a proporcionar uma ótima experiência a todos."

O Times espera que a aquisição amplie seu conteúdo digital enquanto tenta atingir a meta de 10 milhões de assinantes até 2025.

O jornal foi um dos primeiros a adotar o paywall quando iniciou os planos de assinatura digital em 2011.

Mídia e Marketing