PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Preços do petróleo retomam rali enquanto tensão entre Rússia e Ucrânia permanece alta

16/02/2022 17h29

Por David Gaffen

NOVA YORK (Reuters) - Os preços do petróleo subiram mais de 1% nesta quarta-feira, com investidores avaliando declarações conflitantes sobre a possível retirada de algumas tropas russas da Ucrânia.

A postura ameaçadora da Rússia em relação à Ucrânia dominou os mercados de petróleo por várias semanas, com preocupações de que as interrupções no fornecimento do principal produtor em um mercado global apertado possam empurrar os preços do petróleo para 100 dólares o barril.

"O mercado tem refletido o que a situação tem sido e o que poderia ser, o que é ambiguidade de um dia para o outro", disse Edward Morse, chefe global de pesquisa de commodities do Citi.

O petróleo recebeu apoio de dados semanais que mostraram que a demanda de combustível dos EUA se mantém em níveis recordes, enquanto os estoques de petróleo em Cushing, Oklahoma, centro de armazenamento e ponto de entrega de futuros dos EUA, caíram para o menor nível desde setembro de 2018.[EIA/S]

O petróleo Brent fechou em alta de 1,52 dólar, ou 1,6%, para 94,81 dólares o barril. O petróleo dos EUA (WTI) fechou em alta de 1,59 dólares, ou 1,7%, para 93,66 dólares, recuando da máxima do dia de 95,01 dólares por barril.

Na segunda-feira, ambas as marcas de referência atingiram o maior patamar desde setembro de 2014, com o Brent tocando 96,78 dólares e o WTI atingindo 95,82 dólares.

(Reportagem adicional de Chen Aizhu e Florence Tan)