PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Preços do petróleo recuam 2% enquanto conversas com Irã compensam crise na Ucrânia

17/02/2022 18h14

Por Scott DiSavino

NOVA YORK (Reuters) - Os preços do petróleo caíram cerca de 2% nesta quinta-feira, quando as negociações para ressuscitar um acordo nuclear com o Irã entraram em seus estágios finais e podem liberar mais oferta de óleo, mas as perdas foram limitadas pela tensão entre o principal exportador de energia, a Rússia, e o Ocidente sobre a Ucrânia.

"(O) mercado de petróleo está preso em um cabo de guerra entre o alívio das sanções iranianas e as tensões Rússia-Ucrânia", disse Stephen Brennock, da corretora PVM Oil.

Os contratos futuros do petróleo Brent recuaram 1,84 dólar, ou 1,9%, para fechar em 92,97 dólares o barril, enquanto o petróleo dos EUA (WTI) caiu 1,90 dólar, ou 2,0%, para encerrar em 91,76 dólares.

Ambas as marcas de referência atingiram suas máximas desde setembro de 2014 no início da semana, e as duas continuam em "backwardation", em uma estrutura de mercado em que os contratos imediatos são mais caros do que os de datas posteriores, indicando escassez de oferta.

Os futuros de Brent e WTI até agosto estavam no que Robert Yawger, diretor executivo de futuros de energia da Mizuho, chamou de "super-backwardation", com cada mês sendo negociado a pelo menos 1 dólar por barril abaixo do mês anterior.

"O preço já poderia estar em território de três dígitos se não fossem as negociações nucleares entre os EUA e o Irã", disse Craig Erlam, analista de mercado da OANDA, observando que um acordo "poderia significar cerca de 1,3 milhão de barris por dia (bpd) de petróleo reentrando rapidamente no mercado."

(Reportagem adicional de Ahmad Ghaddar em Londres e Chen Aizhu em Cingapura)